Situada a 32 km a sudoeste de Lisboa, Setúbal encontra-se a curta distância das mais pitorescas cidades e vilas do distrito, como Palmela, Sesimbra, Alcácer do Sal e Grândola.

Existem muitos locais e atracções a visitar em Setúbal. Entre elas incluem-se a esplêndida Catedral de Santa Maria da Graça, do século XVI com os seus belos azulejos do século XVIII, a igreja gótica do Mosteiro de Jesus e as suas colunas manuelinas, um museu arqueológico com intrigantes vestígios da ocupação romana e o Castelo de São Filipe, datado do século XVI.

O distrito de Setúbal também abrange vários pitorescos portos de pesca e reservas naturais intocadas.

Explorar os parques naturais dos estuários do Tejo e do Sado são uma das actividades favoritas dos amantes da natureza. A vila de Palmela é especialmente famosa pelo seu vinho e possui um magnífico castelo que se ergue no cimo de uma colina oferecendo vistas magníficas sobre a Serra da Arrábida.

Pare na pequena localidade de Azeitão durante a sua viagem à Serra da Arrábida (pela estrada EN249) e saboreie alguns dos mais deliciosos vinhos doces e moscatéis do distrito. A maioria dos produtores locais possui caves próprias e lojas que se encontram abertas ao público.

Situada a sul de Setúbal, a pitoresca vila de Sesimbra é o exemplo perfeito de um destino de charme, merecendo uma visita graças à sua praia, aos restaurantes de peixe fresco e marisco e às vistas da costa, com barcos coloridos pairando nas águas. Considerada uma popular estância balnear, esta vila fica no sopé da Serra da Arrábida e da sua reserva natural, onde poderá avistar uma série de espécies de animais e plantas. Nas encostas sul da Serra obtêm-se magníficos panoramas sobre o Atlântico.

Mais vistas arrebatadoras esperam por si nas enormes falésias do Cabo Espichel, situado a oeste de Sesimbra. Se viajar para o sul do distrito, passe por Alcácer do Sal e visite o seu esplêndido castelo mouro. Também poderá fazer uma paragem em Sines – uma bela cidade rodeada por praias e aldeias pitorescas, e tida como a cidade natal do explorador português Vasco da Gama.

 

Locais a Visitar

Igreja de Santa Maria do Castelo

Situada em Sesimbra, esta igreja foi fundada pela Ordem de Santiago no século XII e é um dos melhores exemplos da arquitectura tardo-românica do país. Trata-se de um elegante monumento religioso de uma só nave, exibindo um presbitério rectangular e coloridos azulejos do século XVIII.

Igreja de Santiago

Esta igreja situada em Alcácer do Sal possui uma arquitectura típica do século XVIII. A ampla nave, os exuberantes detalhes de madeira, as pinturas e os painéis de azulejos azuis e brancos retratando a vida de Santiago, da Virgem, dos Apóstolos, dos quatro Evangelistas e dos santos bispos são alguns dos elementos mais notórios do interior.

Castelo de Palmela

A vila de Palmela é especialmente visitada pelo seu castelo – uma imponente estrutura voltada para a Serra da Arrábida –, mas também pelos estuários do Sado e do Tejo. Ao anoitecer, o castelo fica iluminado, assumindo um encanto ainda maior. Originalmente ocupado pelos Mouros, o castelo acabou por ser conquistado pelos Portugueses no reinado de D. Sancho I no século XII. Foi destruído e reconstruído várias vezes ao longo da história e hoje acolhe uma das pousadas mais luxuosas de Portugal.

Anta de São Fausto
A curta distância da estrada que conduz à vila de Alcáçovas, o Dólmen de São Fausto é um monumento megalítico com o nome de uma antiga capela situada nas redondezas. Conhecido por ser o único vestígio megalítico intacto em Alcácer do Sal, o monumento é composto por uma pequena câmara, pilares e uma grande pedra horizontal.

Castelo de Sesimbra

Este majestoso castelo está ligado a alguns dos mais importantes acontecimentos históricos do país. Foi tomado pelos Mouros em 1190, reconquistado pelos Portugueses no século XIII e doado à Ordem de Santiago.

Museu de Arqueologia de Sesimbra

Este museu arqueológico foi inaugurado em 1960 e está situado na Praça Luís de Camões, em Sesimbra. Aí podem ver-se vários exemplares de relíquias do Paleolítico, da Idade do Ferro e da ocupação romana.

Natureza

Serra da Arrábida

Os montes verdejantes que se estendem ao longo da costa entre Setúbal e Sesimbra fazem parte do Parque Natural da Arrábida. Apesar de compacta, esta serra abriga uma surpreendente variedade de vida selvagem, incluindo águias raras, falcões, gatos-bravos, raposas e texugos. A melhor forma de ver este paraíso luxuriante, coberto de ciprestes e pinheiros, é tomando a estrada N379. Admire as fabulosas vistas sobre a península de Tróia e contorne a serra em direcção ao estuário do Sado, passando pelo bonito Convento da Arrábida.

Passeio de barco no estuário do Sado

Vale bem a pena apanhar um barco no porto de Setúbal e fazer um passeio de duas horas pelo estuário do Sado para observar a diversidade de aves aquáticas. Leve um par de binóculos pois nunca se sabe se poderá vislumbrar os tímidos golfinhos-roazes do Sado. Mesmo que eles não se deixem avistar, a sua viagem de barco valerá bem a pena pelo deslumbrante cenário da Serra da Arrábida.

Cabo Espichel

Este imponente cabo está situado a oeste de Sesimbra e cativa os visitantes pelas suas falésias arrebatadoras e vistas sobre o mar. Durante muitos anos, os Ingleses apelidaram a costa portuguesa de “dark shores” (“costa sombria”) devido à falta de sinais luminosos ao longo da mesma. Hoje, toda a costa do país é vigiada por inúmeros faróis – o belíssimo Cabo Espichel recebeu o primeiro no ano de 1790.

Fonte: www.portugal-live.net